Famil/Confamil

Relatório Otalvora: Castrochavismo planeja ofensiva continental

Os resultados eleitorais no México, de 01 JUL 2018, com a vitória de Manuel López Obrador, de 19 OUT 2019, na Argentina com a vitória de Kirchnerismo, com Alberto Fernández e Cristina Kirchner, de 25 OUT 2020, no plebiscito no Chile para redigir uma nova Constituição e de 18 OUT 2020, na Bolívia com o retorno do MAS à presidência, a participação do partido Podemos no governo da Espanha, bem como a continuidade do regime chavista na Venezuela, servem de contexto para uma ofensiva de Castrochavismo.

A aliança esquerdista continental está trabalhando para ganhar as presidências do Peru e do Equador, onde haverá eleições nos dias 07 FEV 21 e 11 ABR 21, além de manter um clima de tensão social na Colômbia com vistas às eleições de 29 MAIO 2022. Os candidatos presidenciais Castrochavista do Peru e do Equador, Verónika Mendoza e Andrés Arauz, estavam entre os líderes de esquerda reunidos em La Paz, em 20 NOV 2020. Arauz, o candidato presidencial de Rafael Correa, acompanhado por sindicalistas de seu país, chegou a viajar ao interior da Bolívia para se juntar a Evo Morales, com quem dividiu uma plataforma em um grande comício realizado no, dia 11NOV2020, em Chimoré, Cochabamba. Morales pede com urgência um “encontro internacional de povos indígenas e organizações sociais” a ser realizado em 17-19 DEZ 2020, em Cochabamba. Morales, agora fora do palácio do governo, parece estar encarregado de liderar as ações políticas em direção ao Equador e ao Peru.

O texto do Relatório Otálvora deve ser lido meditado e guardado.

Relatório Otalvora: Castrochavismo planeja ofensiva continental


Na posse do presidente Arce da Bolívia estavam o presidente argentino Alberto Fernández e o segundo vice-presidente da Espanha Pablo Iglesias, os dois integrantes do chamado Grupo Puebla.

Surge o novo Superstar da Esquerda

As eleições municipais de domingo, 15 DEZ 2020, trouxe para o segundo turno o candidato do PSOL, Guilherme Castro Boulos, nascido em São Paulo, 19 JUN 1982,

Filiou-se ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), em 2018, é membro da Coordenação Nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Foi candidato a presidente da República, pelo PSOL, nas eleições de 2018.

Sua carreira política foi preparada a várias mãos passado por La Habana.

A ida ao segundo turno na eleição para a prefeitura da cidade de São Paulo é considerada a sua carreira política deu partida, agora em um novo contexto, rumo ao Planalto.

Podemos afirmar que foi escolhido como o sucessor de Luis Inácio LULA da Silva. E o PSOL o partido que sucederá ao PT (Partido dos Trabalhadores).

Cabe a pergunta. O Sr Boulos concorrerá participando de uma dança com Dório ou tentará romper a dança.

No domingo, O4 DEZ 2016, horas depois do sepultamento das cinzas de Fidel Castro, o presidente Raúl Castro recebeu um pequeno grupo de latino-americanos que tinham viajado a Cuba para as despedidas de Fidel.

BRASIL - ARGENTINA - Operação ARANDU 2020

De 14 a 20 de novembro será realizada a Operação Arandu, um Exercício Militar Combinado entre os Exércitos do Brasil e da Argentina. Os dois Exércitos irão ao campo para executar o que vem sendo planejado desde 2017, nas Operações Hermandad, Yaguareté e Saci/Duende.

Os militares brasileiros e argentinos estarão integrados, com a realização de treinamentos e emprego de viaturas blindadas, operações aeromóveis, aeroterrestres e operações especiais, realizando ações de aproveitamento do êxito e junção, em um quadro tático de combate convencional. Entre as atividades, destacam-se a transposição de curso d’água, garantindo a mobilidade da tropa diante de obstáculos aquáticos, além do emprego de foguetes do Sistema Astros.

Resultante de um compromisso internacional entre Brasil e Argentina, a Operação Arandu fortalece a diplomacia militar entre os dois países, consolidando os laços de união, cooperação e amizade. Além disso, entre os objetivos, estão as trocas de experiências doutrinárias, estabelecendo padrões comuns de trabalho combinado, Consolidando lições aprendidas, entendimento mútuo das táticas, técnicas e procedimentos a serem empregados pelas organizações militares das duas Nações participantes.

No Dia 17 está prevista a presença dos Generais Leal Pujol e Agustin Cejas, respectivamente comandantes dos Exército do Brasil e Argentina.

BR-AR - Operação ARANDU 2020 - Salto Paraquedistas


Militar Brasileiro entrega o brevê de paraquedista militar, a militar da Nação Amiga Argentina.

Assine Nossa Newsletter

E Receba nossas novidades em seu email

SCLN 302 - Bloco B - Sala 101
Cep: 70.723-520
Brasília-DF
Brasil

Telefone: (61) 3327-3409

cantidio.png